Home >> Destaque >> Em um ano, é possível economizar R$ 2,8 mil em supermercado

Em um ano, é possível economizar R$ 2,8 mil em supermercado

Uma pesquisa divulgada na nesta quinta-feira, 19, pela Proteste – Associação de Consumidores – o Guia de Preços de Supermercados tem como objetivo indicar aos consumidores os supermercados mais baratos localizados em 22 cidades distribuídas por 15 estados brasileiros além do Distrito Federal.

Segundo a pesquisa, na cidade de São Paulo, o consumidor pode economizar, em um ano, até R$ 2.819,47, ou seja, R$ 234,96 por mês. O estudo baseia-se no custo total para a aquisição de duas cestas definidas de produtos, classificada de acordo com dois perfis de consumo distintos:

Cesta 1 (Produtos Líderes de Venda) – 104 produtos com marcas definidas (líderes de venda) e encontrados nas categorias: bazar, mercearia doce e salgada, higiene e limpeza, carne vermelha, outros perecíveis e hortifrúti;

Cesta 2 (dos Produtos Mais Baratos) – 90 produtos com as marcas mais baratas encontrados nas categorias: bazar, mercearia doce e salgada, higiene e limpeza, além de perecíveis. Não consideramos carne vermelha para essa cesta.

“Para não comprometer a confiabilidade dos resultados com alterações no ranking dos estabelecimentos mais baratos, só foram considerados no estudo os mercados com no mínimo de 45% dos produtos da cesta 1 e 45% dos produtos da cesta 2”, informa a Proteste, em nota.

Sobre Notícias ao Minuto

Notícias ao Minuto

Veja Também

Dois homens são encontrados mortos em São Gonçalo

Agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) investigam a morte ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.